A Melhor Notícia do Dia

RECONHECER OS PRÓPRIOS ERROS NÃO É SINAL DE FRAQUEZA, MAS DE SABEDORIA

 
 
No post de hoje, eu quero falar sobre a importância de nós reconhecermos nossas falhas. Como é difícil quando alguém aponta os nossos erros. Primeiro, porque a gente nem sempre sabe qual é verdadeira intenção dessa pessoa – se ela está fazendo isso para ajudar ou para nos humilhar.
 
Muitas vezes, quando alguém expõe algum defeito, o nosso orgulho fica ferido. A gente até tem consciência de que ele existe, mas confrontá-lo é um grande desafio, mas é uma grande lição de vida!
 
Com base neste raciocínio, eu quero te convidar a meditar comigo em Provérbios 15.31 a 33: “Os ouvidos que atendem à repreensão salutar no meio dos sábios têm a sua morada. O que rejeita a disciplina menospreza a sua alma, porém o que atende à repreensão adquire entendimento. O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria, e a humildade precede a honra.”.
 
O que você quer para sua vida? Que ser uma pessoa melhor? Eu também quero ser uma pessoa melhor. Eu quero ser uma mãe melhor, uma esposa melhor, uma filha melhor, uma neta melhor, uma bispa melhor... mas, se eu não estiver aberta para ser como um vaso barro na mão do oleiro, sempre serei uma pessoa deformada.
 
Quando deixamos Deus nos moldar, mudamos nosso comportamento, nossas atitudes, nossas reações, nossa forma de pensar e, consequentemente, o ambiente muda.
 
Se não estivermos abertos para esta transformação diária, podemos trazer à tona as deformações do nosso velho homem. Muitas vezes, quando a gente recebe uma repreensão, com ela, vem a revolta, o orgulho, as razões humanas e, raramente, um quebrantamento
 
Que, a partir de hoje, você possa receber todas as correções com os ouvidos e o coração bem abertos. Dessa forma, você habitará no meio dos sábios.
 
Este é conselho que eu tenho para vocês! Não rejeite as correções, não rejeite aqueles que falam que você precisa melhorar, porque, assim, você vai adquirir sabedoria. Deus quer abrir o seu entendimento para coisas maiores e melhores!
Publicação 23/03/2017, Por Bispa Fê
A Melhor Notícia do Dia

O PODER DA CRIAÇÃO

 
 
Na Bíblia, quantas vezes Deus criou? Pois a criação não aconteceu apenas no Éden, lá era o ciclorama inicial, mas Deus não parou de criar...
 
Depois, criou a chuva...
 
A destruição...
 
Criou línguas e povos...
 
Criou alianças com os homens... Noé, Abraão e Isaque, que recebeu a missão de encontrar poços no deserto...
 
Quando sabemos qual é a nossa missão e nos entregamos com paixão a ela, nos tornamos criativos...
 
O amor é a partícula mais linda que Deus colocou de Si no homem.
 
Torna-nos humanos, sim, mas nos faz ter os sentimentos de Deus, o que nos torna nobres...
 
O amor ao dinheiro é a raiz dos males, porque ele padroniza tudo pelo lucro. O amor à vida, por outro lado, personaliza, admira, nota, observa e adapta, na perfeição do todo.
 
O agora se torna menor do que o eterno, e assim conseguimos transformar nossa realidade numa percepção diferente da imposta pelas situações adversas...
 
Quanto mais coisas temos, mais elas nos destroem. Porque mais as coisas nos têm... Elas precisam do nosso tempo, atenção, dedicação... E, desta forma, nos levam a abonar nossas missões...
 
Por fim, o poder de criação de Deus foi tamanho, que trouxe Jesus, através da promessa inesperada, inexplicável e redentora.
 
Para mim, isso reforça o poder de uma missão, dos valores e dos objetivos... Palavras tão usadas, mas pouco refletidas.
 
Ouvi, uma vez, a frase de um grande pensador, o Apóstolo Estevam Hernandes, que abriu meus olhos. Ele disse: "Somos a expressão dos nossos deuses interiores!”.
 
Qual é o teu Deus? O que te motiva? O que te conduz?
 
O amor ao próximo fez de Deus homem, para que o homem voltasse a ser eterno!!!
 
Esse é o recadinho que eu quero deixar para vocês nesta quinta-feira!
Publicação 16/03/2017, Por Bispa Fê
A Melhor Notícia do Dia

RESTAURE O TEU ALTAR DE ADORAÇÃO!

 
 
Salmos 103.1 a 6: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo que há em mim bendiga ao seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida; e te coroa de graça e misericórdia; quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia. O Senhor faz justiça e julga a todos os oprimidos.”
 
Este Salmo é lindíssimo. Todo o texto fala sobre a importância de a gente bendizer ao Senhor com tudo o que temos. Em vez de murmurar, reclamar, ter atitudes agressivas, restaure o seu altar de adoração ao Senhor. Somente Ele pode te redimir de todo o mal.
 
Nunca se esqueça dos benefícios que Deus tem te dado, dos livramentos, das palavras, das pessoas que Ele tem colocado no seu caminho. É um ótimo exercício para fortalecer sua fé!
 
Em vez de ficar se lamentado porque suas expectativas não foram correspondidas, ou por causa do que está faltando, alegre-se nas bênçãos que Deus já derramou sobre a sua vida!
 
Tenha sempre em sua memória o que te dá alegria, esperança, ânimo e forças. Lembre-se de que só o Senhor é digno de todo o louvor e de toda adoração. Não existe satisfação maior do que ter uma relação genuína com Deus.
 
A nossa relação com Deus envolve amizade, filiação e adoração. Por isso que Davi, considerado um grande amigo de Deus, deixou neste Salmo registrado: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo que há em mim: os meus sentimentos, meu espirito e meu corpo...”.
 
Davi também listou características de Deus: “Ele é quem me cura, me perdoa, me livra da morte, me abençoa e até a minha velhice cuidará de mim...”.
 
Ele  realmente é um Deus de amor, e nós temos que saber adorar aquilo que deve ser adorado.
 
Hoje, você vai mudar a rota dos seus sentimentos. Em vez de chorar, você vai bendizer ao Senhor e não vai se esquecer de nenhum dos seus benefícios. Seja um altar de adoração! Faça da sua vida um louvor!
 
Esse é o recadinho que eu gostaria de deixar para vocês nesta terça-feira!
Publicação 14/03/2017, Por Bispa Fê
A Melhor Notícia do Dia

O QUE EU PENSO SOBRE O AMOR...

 
 
1 Coríntios 13.6 e 7: “O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta.”
 
Na definição de amor que acabamos de ler nesta passagem, percebemos que ele sofre, mas sabe esperar, ou seja, o amor envolve resistência, muita paciência e, acima de tudo, fidelidade.
 
Muitas vezes, em nossa caminhada, quando nós amamos e acreditamos em alguém, acabamos carregando algumas marcas e decepções, que causam um certo medo de nos entregarmos a novos relacionamentos. Mas devemos compreender que Deus permitiu que nós passássemos por isso, para que nós aprendêssemos lições que serão preciosas para o nosso futuro.
 
Que, hoje, você renove suas forçar e reanime-se na espera deste amor. Não estou falando daquele amor que é um “marketing” explorado pelos meios de comunicação, em que tudo é perfeito, mas do amor que, a despeito de qualquer situação, permanece leal, fiel e inabalável.
 
O amor bíblico nos liga à perfeição, tudo suporta e entende o período da espera, porque sabe que vai gerar um fruto maravilhoso de alegria e paz.
 
Que, hoje, você comece a amar tudo aquilo que você acredita, sabendo esperar, sabendo sofrer, porque o amor é o maior dom que Deus nos deixou.
 
Precisamos nos amar mais, amar mais ao próximo e principalmente amar mais a Deus, que nos deu o fôlego de vida.
 
Este é o recadinho que eu gostaria de deixar para todos os internautas. Lembre-se: O amor é uma constante, não uma variável, que a sua lealdade ande por este mesmo caminho.
 
Quem ama, cuida, protege, preserva, exorta, aconselha, não busca seus próprios interesses, mas luta pelo bem comum.
 
Que este amor, que Deus nos ensinou, invada sua vida e se espalhe em todos os seus caminhos.
 
Quero finalizar este post com alguns versículos:
 
1 João 4.19 e 20: “Nós amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.”
 
Salmos 25.10: “Todos os caminhos do Senhor são amor e fidelidade para com os que cumprem os preceitos da sua aliança.”
Publicação 11/03/2017, Por Bispa Fê